sexta-feira, 17 de Agosto de 2012

Reprodução


Identificação do sexo: O macho faz o corte movimentando-se no poleiro, alem de serem facilmente diferenciados das fêmeas por eles terem cores muito mais vivas que elas, a cauda do macho também é diferenciada por ser mais comprida. Na época de acasalamento é comum o bico do macho tornar-se mais claro e o da fêmea mais escuro.
Como proceder
Com 11 meses pode-se formar os casais de gould, que em normalmente 10 ou 15 dias iniciam a postura. É muito difícil casais de goulds chocarem seus ovos em tempo integral e criarem seus filhotes, na grande maioria das vezes não o fazem. O correto é que usemos manons como amas, em numero de no mínimo cinco casais deles para cada casal de gould. As posturas devem se iniciar no final de fevereiro com um intervalo de sete a quinze dias do final de uma ao inicio da outra, que não devem ultrapassar um total de cinco para não prejudicar o casal.
Quando os goulds começarem a botar, separe ovo por ovo em um recipiente com palha de painço, quando pararem, passe estes ovos para os manons, todos de uma só vez, para que os filhotes nasçam todos no mesmo dia. Estes ovos devem ser girados ao menos uma vez ao dia, de forma que a face que estava voltada para cima fique para o lado de baixo, e assim consecutivamente, impedindo que a gema venha a se colar a um dos lados internos da casca, o que inutilizaria o ovo.
Ao final da terceira postura dos goulds, separe o macho da fêmea e de um tempo de 15 dias para que eles descansem, depois retorne o casal para mais duas posturas. No final de agosto você deve novamente separa-los para que fiquem fortes para o inicio da muda de penas, período este que depois da época da postura é o mais delicado na vida de um gould.
Lembre-se de reforçar a farinhada nestes dois períodos da vida deles e fornecer casca de ovos de galinhas torradas e trituradas, ou osso de siba, para que a fêmea não se desclassifique, areia também é muito importante para a vida de qualquer pássaro e não deve faltar durante todo o ano.



Filhotes
Os ovos eclodem com aproximadamente 15 dias, com 22 dias de vida o filhote deve sair do ninho, ficam independentes entre 40 e 48 dias, com este tempo de vida separe-os dos pais ou da ama para iniciar nova postura. Não é aconselhável mais de 6 posturas por ano, sendo o ideal no maximo cinco. Quando casal também choca, fazer no maximo 4 posturas seguidas, por ano. Usar ninho de madeira de 20x20x20x cm. Como forração forneça grama japonesa, grama preta, sisal, capim barba de bode ou raízes de capim. Se você como eu não participa de torneios ou campeonatos, não tem necessidade de anilhar os filhotes com anilhas oficiais, podendo apenas usar anilhas feitas por você mesmo apenas para controle do plantel.

O Diamante de Gould

Chloebia gouldiae



DISTRIBUIÇÃO: Austrália setentrional

DIMENSÕES: Aproximadamente 13 a 14 centímetro.

DISTINÇÃO ENTRE OS SEXOS: As fêmeas podem ser reconhecidas pela sua plumagem com uma cor menos brilhante e, durante a época de gestação, os seus bicos adquirem uma cor cinzenta-escura. A faixa azul na parte anterior da cabeça, por vezes, não se manifesta nas fêmeas, ou tem uma tonalidade mais pálida.

CARACTERÍSTICAS SOCIAIS: Os diamantes gould são aves pacificas e gregárias que gostam de companhia. Na natureza selvagem, vivem em grandes bandos.
Os machos não lutam entre si e, mesmo durante a época de gestação, o grupo vive harmoniosamente em conjunto. Estas aves devem ser mantidas em grupos, em vez de em casal ou mesmo individualmente, Se pretende criar estas aves, é aconselhável ter mais machos do que fêmeas, de modo a permitir que estas possam escolher um parceiro.

ALOJAMENTO ADEQUADO: Os diamantes gould vivem melhor num viveiro em recinto fechado ou ar livre. No entanto podem ser mantidos em gaiolas (de criação) embora um espaço restrito não os estimule ao movimento, o que dá origem a engorda das aves.
Estes tentilhões australianos são autênticos amantes do sol e este fato deve ser tomado em consideração se as aves forem criadas em recinto fechado. Apreciam os espaços verdes, mas estes não são estritamente necessários.

TEMPERATURA AMBIENTE: Estas aves eram, e por vezes ainda não são, considerada muito ávidas de calor, razão pela qual eram (e ainda são) mantidas em espaços permanentemente aquecidos por meios artificiais.
No entanto, muitas destas aves, acostumaram-se, entretanto, a um clima temperado. Hoje em dia, muitos amantes de aves mantêm especificamente estas aves em viveiros ao ar livre dotados de um abrigo nocturno com um bom isolamento para o inverno.
Se pretende adquirir um diamante gould para o criação num viveiro ao ar livre, você deverá adquirir de um criador que tenha criado estas aves num viveiro com as mesmas características. A temperatura ideal para estas aves é de 15 a 25 graus.

ALIMENTAÇÃO: Os diamantes gould alimentam-se de uma mistura de sementes feita para aves tropicais que contenha diferentes tipos de milho painço. Também apreciam pequenos insectos de vez em quando.
Ocasionalmente, também podem ingerir pequenos quantidades de alimento à base de ovos. Além disso, estas aves apreciam semente de ervas frescas e milho painço italiano. É conveniente que disponham de areia em quantidades suficientes, para que as aves possam satisfazer as suas necessidades digestivas.

ACTIVIDADES: Os diamantes gould são aves muito calmas e podem tornar-se muito familiarizadas com o seu criador, se forem abordadas com calma.

CRIAÇÃO: Estas aves gozavam de uma reputação de criação difícil, em parte porque as fêmeas costumavam abandonar a ninhada prematuramente.
Os diamantes gould criados pelos próprios pais, em vez de pais adoptivos, são designados como gerados naturalmente. Para se obter uma gestação natural bem sucedida, é importante que as fêmeas tenham liberdades para escolher seus parceiros. Se for deixada às fêmeas a escolha do parceiro, serão maiores as hipóteses de esta cuidar bem da ninhada e das crias.
O ninho é construído numa caixa de ninho semi-aberta a partir de diversos materiais. Entre os materiais adequados, figuram a corda cozida e desfiada, ou musgo, feno, corda de sinal e fibra de coco. Normalmente, a postura é de quatro a oito ovos.
A plumagem surge aos poucos mais só adquirem a plumagem definitiva após três ou quatro meses, embora seja frequente demorar mais tempo. Um bom casal de criação pode tornar-se muito ligado entre si; neste caso, é recomendável não o separar.

MUTAÇÕES: Têm sido criadas muitas variedades diferentes. As mais conhecidas são as que tem o peito branco ou lilás. Já menos divulgados são os diamantes gould com tonalidades pastel claras ou extremamente claras, bem como as aves castanhas predominantemente amarelas ou azuis e totalmente brancas.

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES: Existem diversas cores de diamantes gould que não resultam de criação, mas que também possam ser encontradas na natureza selvagem.
O diamantes gould de cabeça vermelha são a variedade mais conhecida entre os aficionados mas na verdade, encontram-se em maior número aves de cabeça preta, nas regiões em que habitam. O diamante gold com a cabeça laranja é muito mais raro na natureza selvagem.
 
Copyright (c) 2010 criação diamantes gould. Design by WPThemes Expert

Themes By Buy My Themes And TM Web Design.